Edna St. Vincent Millay – Até tarde

Com a faca cega do Sono, se quiser,
Corte cada dia pela metade, amado —
Os anos que o Tempo tira do meu viver,
Ele deduzirá daquele outro lado!

Trad.: Nelson Santander

 

Midnight Oil *

Cut if you will, with Sleep’s dull knife,
Each day to half its length, my friend,—
The years that Time takes off my life,
He’ll take from off the other end!

 

*N do T.: O título do poema se origina da expressão inglesa burn the midnight oil (queimar o óleo da meia-noite, em tradução livre), uma expressão idiomática que significa algo como ler, estudar ou trabalhar até tarde da noite. Traduzir expressões idiomáticas ou gírias para o português no mais das vezes significa basicamente tentar encontrar expressões idiomáticas e gírias já existentes em nossa língua que tenham mais ou menos o mesmo significado da frase/gíria que se quer traduzir. Tarefa inglória, como se vê. O problema aqui é ainda maior, pois a poeta opta por cortar a expressão original pela metade (como sugere que se faça com o próprio Sono no corpo do poema) e, pior, no título da obra (midnight oil não está no corpo do poema, mas é alcançada pelo sentido geral dele). O melhor que deu para fazer aqui foi também limar a expressão trabalhar até tarde para tentar recuperar, ao menos em parte, o efeito do original.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s