Manuel Vilas – Delia’s Gone

Bendito seja o suicídio. O melhor do nosso amor foi termos nos suicidado. Tantos suicidas em Paris, Nova Iorque, Genebra, Londres, Estocolmo e Madrid. Homens e mulheres que se jogam pelas janelas, do décimo ou décimo primeiro andar, tentando voar no absurdo vento das cidades. Bendito seja o suicídio, que nos iguala aos anjos mais … Continue lendo Manuel Vilas – Delia’s Gone

Manuel Vilas – O último Elvis

Respeita sempre a degradação das mulheres e dos homens que amaram ou ao menos tentaram amar a vida e esta os chamuscou ou lhes quebrou os ossos da cara, as entranhas e as veias e o fígado e o bom coração, respeita todos os sagrados e mais humildes naufrágios dos seres humanos. Respeita os que … Continue lendo Manuel Vilas – O último Elvis