Carlos Montemayor – Memória

Estou aqui, em casa, sozinho. Aqui estão os móveis, o ar, os ruídos. Tenho um sentimento tão transparente quanto a vidraça de uma janela. É como a janela da qual olhava a neve ao amanhecer, há muitos anos, quando criança, e pregava o rosto contra o vidro e compreendia toda a vida. É um desejo … Continue lendo Carlos Montemayor – Memória