Paulus Silentiarius – da “Antologia Grega”

Zeus, em chuva de ouro, atravessou o bronze que guardava Danae e roubou-lhe a virgindade. Moral da história: o ouro tudo domina - paredes e grilhetas de bronze, fechaduras e peias. Foi o ouro que subjugou Danae. Não é necessário rezar a Afrodite; só é preciso dinheiro. Versão: José Alberto Oliveira

Lucilius – da “Antologia Grega”

Eutychides, o poeta lírico, morreu. Fugi, ó moradores do Hades! - ele transporta odes e ordenou que consigo queimassem vinte liras e vinte e cinco pautas de música, que Caronte terá de transportar. Onde se poderá encontrar refúgio, agora que Eutychides canta pela eternidade? Versão: José Alberto Oliveira

Anônimo – da “Antologia Grega”

Não esbanjem comigo o odor da mirra, nem ofereçam coroas de flores, nem acendam a pira funerária, tudo isso é desperdício; ofereçam-me presentes, se quiserem, enquanto estiver vivo - mas espalhar cinzas no vinho torná-lo-á lama e dele não beberão os mortos. Versão: José Alberto Oliveira

Automedon – da “Antologia Grega”

Mandaste chamá-la, disseste para vir, preparaste tudo. Mas, se vier, o que farás? Repara no que se passa contigo, Automedon. Esse canalha, que era alegre e firme, está agora flácido, como cenoura cozida, morto e encolhido entre as pernas. Como irão rir se te puseres a navegar de mãos vazias, um remador que perdeu o … Continue lendo Automedon – da “Antologia Grega”

Marcus Argentarius – da “Antologia Grega”

Psyllas jaz aqui. A sua ocupação proxeneta; mantinha um bando de raparigas e alugava-as para festas. Um negócio pouco simpático, ganhar dinheiro com carne humana e fraca. Mas poupem o seu túmulo, não atirem pedras, agora que está morto e enterrado. Lembrem-se disto: os serviços que prestou convenceram os rapazes a deixarem as nossas mulheres … Continue lendo Marcus Argentarius – da “Antologia Grega”

Platão – da “Antologia Grega”

Eu, Lais, que escarneci dos gregos e enxame de amantes retive à porta, ofereço a Afrodite o meu espelho. Não olharei para esta cara e não consigo ver a anterior. Versão: José Alberto Oliveira