Alfred Tennyson – Ulysses

De nada serve a um rei ficar inerte, No lar quieto, em meio à rocha infértil, Unido a esposa idosa, eu doo e imponho Iníquas leis a um bando de selvagens Que soma, e dorme, e engorda, e não me vê. Estou inquieto: Sorverei da vida A última gota: Sempre gozei muito, Sofri muito, com … Continue lendo Alfred Tennyson – Ulysses