Walter Savage Landor – Rose Aylmer

Ah, de que vale a régia raça! E esta forma celeste! Toda virtude, toda graça! Rose Aylmer, tudo o que foste. Rose Aylmer, meus olhos despertos Eles choram, mas não veem, Uma noite de dor te oferto, E de lembranças também. Trad.: Nelson Santander Rose Aylmer Ah, what avails the sceptred race! Ah, what the … Continue lendo Walter Savage Landor – Rose Aylmer

Walter Savage Landor – Epitáfio

Não lutei com ninguém; nada valia a lida. Amei a natureza, e, tanto quanto, a arte; As mãos, estas aqueci no fogo da vida Que naufraga; estou pronto para o desate. Trad.: Nelson Santander Walter Savage Landor - Dying Speech of an Old Philosopher I strove with none, for none was worth my strife: Nature … Continue lendo Walter Savage Landor – Epitáfio