Alfredo Buxán – Lápide

Uma lágrima cai sobre a cal do solo, arde sob meus pés, consome na solidão minha solidão. Trad.: Nelson Santander     Alfredo Buxán - Lápida Una lágrima cae sobre la cal del suelo, arde bajo mis pies, abrasa en soledad mi soledad.  

Alfredo Buxán – A eternidade das Cinzas

Morrer é um momento, o resto um vazio que preenchemos de tempo e de silêncio. Viver, por outro lado, é fácil: prosseguir. Esta severa dúvida que atravessa os corpos. Pisar nas pegadas de outros pés sobre o cascalho, aprender com precisa dor o modo mais sereno de enfrentar o momento: nu e sem uivar, apegado … Continue lendo Alfredo Buxán – A eternidade das Cinzas