Diogo Vaz Pinto – Guilty pleasures

No princípio correram ainda uns dias sem que o desencanto desse pela nossa falta. Seja como for, não fomos muito longe. Íamos mais era ao cinema mas aí eu já olhava menos para o lado, apaixonava-me pelas tipas que enchiam o ecrã, para depois, com o sexo aceso e louco por se molhar entre quaisquer … Continue lendo Diogo Vaz Pinto – Guilty pleasures