Darcy Ribeiro – A Indesejada

Aí estão eles, os da terceira idade. Gregários, vivem aos bandos. Sentados, jogando cartas, andando devagar. Conversando pretéritos assuntos. Olhando tristes os outros viverem. Antigamente, todos seriam avós, vovozinhos. Hoje, são sogros, os chatos dos sogros. Uns são viúvos, outros largados, poucos. Muitos deles, os mais, ainda casados. As mulheres duram demais. Órfãos de seus … Continue lendo Darcy Ribeiro – A Indesejada

Darcy Ribeiro – Amor

"Amor", um poema de Darcy Ribeiro Quero um amor alucinado, depravado, tarado. Amor inteiro, de corpo-a-corpo, enlaçados. Amor sem reserva, que a tudo se entrega, lancinante. (...)