Nicanor Parra – Último brinde

Queiramos ou não só temos três alternativas: o ontem, o presente e o amanhã. E nem sequer três, pois, como diz o filósofo, ontem é ontem, é nosso apenas na memória: à rosa que já se desfolhou não se pode arrancar outra pétala. As cartas por jogar são apenas duas: o presente e o dia … Continue lendo Nicanor Parra – Último brinde

Nicanor Parra – Esquecimento

Juro que não me lembro nem de seu nome, Mas morrerei chamando-a de Maria, Não por simples capricho de poeta: Por sua aparência de praça de província. Que tempos aqueles!, eu, um esquisitão, Ela, uma jovem pálida e sombria. Ao retornar uma tarde do Liceu Soube de sua morte imerecida, Notícia que me causou tal … Continue lendo Nicanor Parra – Esquecimento

Nicanor Parra – Composições

I Cuidado, todos mentimos Mas eu proclamo a verdade. A matemática enfada Mas nos dá o de comer. Por outro lado, se escreve Poema para viver Ninguém gosta de assumir Culpa por vidros quebrados. Se escreve contra si mesmo Em virtude dos demais Que indecente é fazer versos! Quando menos se esperar Darei um tiro … Continue lendo Nicanor Parra – Composições

Nicanor Parra – Perguntas e Respostas

então, tu achas que vale a pena assassinar deus se o mundo puder ser salvo? - é claro que vale a pena e vale a pena arriscar a vida por uma ideia que pode resultar falsa? - é claro que vale a pena pergunto se valerá a pena comer siri se vale a pena criar … Continue lendo Nicanor Parra – Perguntas e Respostas

Nicanor Parra – Cartas a uma Desconhecida

Quando passarem os anos, quando passarem os anos e o ar tenha cavado um fosso entre tua alma e a minha; quando passarem os anos e eu só seja um homem que amou, um ser que se deteve um instante diante de teus lábios, um pobre homem cansado de andar pelos jardins, onde estarás tu? … Continue lendo Nicanor Parra – Cartas a uma Desconhecida

Nicanor Parra – Acácias

Passeando anos atrás por uma rua cheia de acácias em flor soube por um amigo bem informado que você tinha acabado de se casar. Respondi que por certo eu não tinha nada a ver com o assunto. Mas apesar de nunca ter amado você – e disso você sabe melhor do que eu – cada … Continue lendo Nicanor Parra – Acácias

Nicanor Parra – O que ganha um velho ao fazer ginástica?

e o que ganha falando ao telefone? e o que ganha ficando famoso? e o que ganha um velho olhando-se no espelho? Nada afundar cada vez mais na lama Já são três ou quatro da madrugada - por que não trata de dormir? mas não – tome ginástica tome ligações de longa distância tome Bach … Continue lendo Nicanor Parra – O que ganha um velho ao fazer ginástica?