Edgar Allan Poe – “O corvo” e “A filosofia da composição”

Leia "O Corvo", o clássico poema de Edgar Allan Poe (na genial tradução de Milton Amado), e, na sequência, "A Filosofia da Composição", o ensaio fundamental no qual o autor desvenda, passo a passo, os caminhos percorridos desde a ideia inicial até os detalhes que emprestam coerência e sentido ao texto poético.

Edgar Allan Poe – Só

Desde criança nunca fui como outros foram Nem meus olhos nunca viram o que outros viram, Já que minhas paixões não têm a mesma origem Não vêm da mesma fonte as dores que me afligem. Também o prazer era de outra natureza - Tudo que amei ninguém amou, tenho certeza. Lá - no despontar de … Continue lendo Edgar Allan Poe – Só

Edgar Allan Poe – Berenice

A DESGRAÇA É VARIADA. O infortúnio da terra é multiforme. Arqueando-se sobre o vasto horizonte como o arco-íris, suas cores são como as deste, variadas, distintas e, contudo, intimamente misturadas. Arqueando-se sobre o vasto horizonte como o arco-íris! Como de um exemplo de beleza, derivei eu uma imagem de desencanto? Da aliança da paz, uma … Continue lendo Edgar Allan Poe – Berenice