Karmelo C. Iribarren – A herança

Ultimamente, quando me olho no espelho, é meu avô quem me olha, mais do que meu pai. Cinquenta anos para começar a carregar a única herança que ele me deixou, e que acabará me matando. Trad.: Nelson Santander La herencia Últimamente, cuando me asomo al espejo, es mi abuelo el que me mira, más que … Continue lendo Karmelo C. Iribarren – A herança