Angela Leite de Souza – Do Lado de Cá Dessas Rosas

Nem percebi quando me cobriram com esta colcha rosa de rosas amorosamente. Dormia meu novo sono sem tranqulizantes, sem relógios: estou serena e não há pressa em acordar. Ser apenas, estar. Não me roem mais tristezas nem desejos, lateja leve leve uma saudade. Meu corpo vai não sendo, sou feliz. Livre do dever de viver e … Continue lendo Angela Leite de Souza – Do Lado de Cá Dessas Rosas