Miguel-Manso – No número de outubro da revista Wire

frente ao fotógrafo e ao leitor o homem envelhecido parece que já não olha Mitra o deus sol dos psicadélicos noutra foto no interior da revista o poeta está sentado a uma pequena mesa de frente para a janela onde as cortinas brancas filtram a luz e o ruído da rua sentado na cadeira de … Continue lendo Miguel-Manso – No número de outubro da revista Wire

Miguel-Manso – Na morte da avó

não bastasse a humilhação pública de morrer espera-se do corpo que cumpra com indiscutível pompa o intolerável protocolo de ausentar-se a penosa execução circular e noturna do velório a presença inconveniente dos agentes funerários os adereços lutuosos a obscena maquiagem no dia seguinte, o inventário das orações, a concisa cerimônia (não há muito a dizer, … Continue lendo Miguel-Manso – Na morte da avó