Ted Kooser – Depois de anos

Hoje, de longe, eu a vi
se afastando, e, sem nenhum som,
a fronte brilhante de um glaciar
deslizou para o mar. Um antigo carvalho
tombou na Cumberlands, mantendo apenas
um punhado de folhas, e uma idosa
espalhando milho para suas galinhas olhou para cima
por um instante. No outro lado
da galáxia, uma estrela trinta e cinco vezes
maior do que o nosso próprio sol explodiu
e desapareceu, deixando um pequeno ponto verde
na retina do astrônomo
que estava na grande abóboda aberta
do meu coração sem ninguém a quem contar.

Trad.: Nelson Santander

After Years

Today, from a distance, I saw you
walking away, and without a sound
the glittering face of a glacier
slid into the sea. An ancient oak
fell in the Cumberlands, holding only
a handful of leaves, and an old woman
scattering corn to her chickens looked up
for an instant. At the other side
of the galaxy, a star thirty-five times
the size of our own sun exploded
and vanished, leaving a small green spot
on the astronomer’s retina
as he stood on the great open dome
of my heart with no one to tell.