Pós-Tudo (Augusto de Campos) e Postudo (Nelson Santander)

Pós-Tudo, poema visual de Augusto de Campos e Postudo, de Nelson Santander, sua paródia atualizada para a pós-pós-modernidade