Fernando Pinto do Amaral – Por causa de uma ave

        para a minha mãe Cada vez gosto menos de saborear o travo tão pastoso da morte, o murmúrio secreto dos seus olhos invisíveis dentro de mim. Porém, há pouco tempo, num fim de tarde deste fim de julho, passou-me um episódio que rompeu de repente na alma todas as comportas que fingem proteger os ópios … Continue lendo Fernando Pinto do Amaral – Por causa de uma ave