Albano Martins – Haicais

Juncos em movimento. Os cabelos da água penteados pelo vento. * Num fruto sazonado é o tempo que amadurece. * Romãs: as últimas brasas do incêndio do verão. * Maçã - disse a criança. E era apenas o sol dependurado nos ramos. * Morango. O frágil Coração da terra levado à boca. * O mel … Continue lendo Albano Martins – Haicais

Albano Martins – Lembra-te

Lembra-te: ainda há pouco havia à beira do caminho algumas pétalas. Agora há lama e nela afundas os sapatos. E outro caminho não conheces. E outro também não há.