Lisel Mueller – Quando me perguntam

Quando me perguntam como comecei a escrever poesia, eu falo da indiferença da natureza. Foi logo depois que minha mãe faleceu, um brilhante dia de junho no qual tudo florescia. Sentei-me em um banco de pedra acinzentado em um jardim carinhosamente cultivado, mas os lírios eram tão surdos quanto os bêbados adormecidos e as rosas … Continue lendo Lisel Mueller – Quando me perguntam