Ellen Bass – No ar

A estação nostalgia toca as canções
que tocava quando eu aqui vivia
e a voz adocicada do DJ dizia:
Vamos agitar com essa, Ellen.

Isso é da época em que minha mãe leu sobre as virtudes
da água do mar e mergulhou, no verão e no inverno.
Ela distribuía uma colher de chá para cada um de nós
antes de sair para o seu turno de treze horas,
tirando um pack de Miller para fora da geladeira,
e fechando a porta com seu quadril.

Agora aquele quadril está reduzido a osso no osso,
e todos os seus prazeres se foram –
sanduíche italiano nos sábados à noite.
Ray Charles cantando “Georgia”,
o drinque e o cigarro queimando
em um cinzeiro de vidro cortado. Até mesmo o
café já não tem mais um bom sabor.

Lembro-me de ouvir essas canções –
“Earth Angel”, “Summer Place”,
“The Way You Look Tonight” –
olhando pela janela do meu quarto
para a bicicleta do meu namorado.

Na noite em que ele tomou de volta o seu anel
pedi-lhe para me beijar mais uma vez.
Estranho como isso me satisfez, embora
eu soubesse que ele estava partindo, levando tudo,
até mesmo seu cheiro. É assim que espero aqui
ela acordar e pedir uma lasca de gelo
que irá derreter até virar nada em sua língua.

Trad.: Nelson Santander

BASS, Ellen. “On the air”. In:_____The Human Line. EUA: Copper Canyon Press, June 01, 2007.

Miniantologia Poética – 4

On the air

The oldies station plays the songs
it played when I lived here
and the DJ’s caramel voice, said
Let’s go rockin’ with this one, Ellen.

Those were the years my mother read about the virtues
of seawater and waded in, summer and winter.
She held out a teaspoon to each of us
before leaving for her thirteen-hour shift,
slinging six-packs of Miller out of the walk-in icebox,
shoving the door closed with her hip.

Now that hip is down to bone on bone,
and all her pleasures gone –
Italian subs on Saturday night.
Ray Charles singing “Georgia”,
the highball and cigarette burning
in a cut-glass ashtray. Even coffee
doesn’t taste good anymore.

I remember listening to this music-
“Earth Angel”, “Summer Place”,
“The Way You Look Tonight” –
watching out my bedroom window
for my boyfriend’s bicycle.

The night he took back his ring
I asked him to kiss me one more time.
Strange how that satisfied, though I knew
he was leaving, taking everything,
even his smell. That’s how I wait here
for her to wake, to ask for an ice chip
that will melt to nothing on her tongue.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s