Joan Margarit – História natural

Meu trato com a morte.
Ouço-a colidir como uma mosca
na luz da vidraça, e posso vê-la
ascender ao céu vespertino
em seu sereno anil. Encontro com
o médico durante a protocolar
visita noturna.
Não quero falar e concordo com tudo o que ele diz.
Somos parte do fundo escuro
de uma pintura em que surge
a janela iluminada deste quarto
onde nossa Joana está chegando ao fim.

Trad.: Nelson Santander

HISTORIA NATURAL

Mis tratos con la muerte.
La oigo golpear como una mosca
en la luz del cristal, y puedo verla
por levante en el cielo de la tarde
en su calmoso añil. Me encuentro
al médico durante la visita
ceremoniosa del anochecer.
No quiero hablar y asiento a cuanto dice.
Formamos parte del oscuro fondo
de un cuadro en el que surge
la ventana encendida de este cuarto
donde nuestra Joana está acabándose.

Um comentário sobre “Joan Margarit – História natural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s