Marissa Davis – Singularidade

Singularidade

(depois de Marie Howe)

no início sem verbo
iguana & mirra
magma & mariposa-fantasma do recife
& os cordyceps fazendo cócegas em seus nervos
& cedro & arquipélago & anêmona
pássaro dodo & cardeal esperando por seu sal
vermelho do oceano & óleo cru agora lama
preta agora o mais naïve plâncton hesitante
cada ovo agarrado à cópia maleável
de mim não-mulher sem-raça
assexuada como o procarioto extático
que enfureceria o sangue do meu tio
ou a bactéria que faria viúvo
o filho mais velho da filha mais velha dele
meu tio, o filho dele nosso sol mamute
& seus incontáveis irmãos & ácaros & turfa
apatosaurus & rio nilo
& carvalho verde & nude & calafrio-corado &
queratina fermentada inseto-estripada eu & você
baço & fêmur sete-anos renovados
sete-anos vertendo & tirando & sendo esta poeira
& meus filhos & seus filhos
& os filhos deles & os filhos
dos ursos negros & gladíolos & toranja pink florida
aqui não aliados mas a mesma respiração perpétua
agarrados uns aos outros com a própria pele
frio-dormente & podridão & nascimento & ter nascido
no olimpo da menor
possibilidade uma vez antes outrora

Trad.: Nelson Santander

Singularity

(after Marie Howe)

in the wordless beginning
iguana & myrrh
magma & reef ghost moth
& the cordyceps tickling its nerves
& cedar & archipelago & anemone
dodo bird & cardinal waiting for its red
ocean salt & crude oil now black
muck now most naïve fumbling plankton
every egg clutched in the copycat soft
of me unwomaned unraced
unsexed as the ecstatic prokaryote
that would rage my uncle’s blood
or the bacterium that will widow
your eldest daughter’s eldest son
my uncle, her son our mammoth sun
& her uncountable siblings & dust mite & peat
apatosaurus & nile river
& maple green & nude & chill-blushed &
yeasty keratined bug-gutted i & you
spleen & femur seven-year refreshed
seven-year shedding & taking & being this dust
& my children & your children
& their children & the children
of the black bears & gladiolus & pink florida grapefruit
here not allied but the same perpetual breath
held fast to each other as each other’s own skin
cold-dormant & rotting & birthing & being born
in the olympus of the smallest
possible once before once

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s