Jules Laforgue – Penúltima palavra

O Espaço?
– A vida
Ida
Sem traço.

O amor?
– Seu preço:
Desprezo
E dor.

O sonho?
– Infindo,
É lindo
(Suponho).

Que vou
Fazer
Do ser
Que sou?

Isto,
Aquilo,
Aqui,
Ali.

Trad.: Augusto de Campos

 

Avant-dernier mot

L’Espace?
– Mon Coeur
Y meurt
Sans traces…

La Femme?
– J’en sors,
La mort
Dans l’âme…

Le Rêve?
– C’est bon
Quand on
L’achève…

Que faire
Alors
Du corps
Qu’on gère?

Ceci,
Cela,
Par-ci
Par-là…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s