Jorge Valdés Díaz-Vélez – O material do relâmpago

Calculaste em detalhes cada passo,
sutil, há muitos séculos. Finalmente
teu marido viajou e as crianças
foram dormir com os avós.
Estás agora sozinha e eufórica
voltaste-te a se maquiar e vestiste-te
de preto rigoroso e perfumaste
tua mínima porção de lingerie.
Estás tremendo, dizes a ti mesma, mas nada
te fará voltar atrás. Olhas tua imagem
levantada nos saltos, desafiadora.
Tu e a noite são jovens e belas
como uma tempestade que se aproxima.

Trad.: Nelson Santander

Materia del relámpago

Calculaste al detalle cada paso,
sutil, desde hace siglos. Finalmente
tu esposo está de viaje y tus pequeñas
se fueron a dormir con sus abuelos.
Así que ahora estás sola y con euforia
te has vuelto a maquillar y te has vestido
de negro riguroso y perfumado
tu mínima porción de lencería.
Estás temblando, te dices, pero nada
te hará volver atrás. Miras tu imagen
alzada en los tacones, desafiante.
Tú y la noche son jóvenes y hermosas
como una tempestad que se aproxima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s