Antonia Pozzi – Erros

Cai graciosamente a neve
sobre os cestos das floristas: embranquece
os junquilhos e as violetas,
as delicadas frésias vindas
dos países do sol.
Ao vê-las pensamos
nos muitos destinos errados
que sofrem
pelos caminhos da terra
e um furor nostálgico investe
pelos caminhos de ouro da alma
aonde não chega a neve.

Trad.: Inês Dias

Errori

Fiocca la neve leggiadramente
sui cesti delle fioraie: imbianca
le giunchiglie e le viole,
le fresie magre, venute
dai paesi del sole.
A guardarle si pensa
dei tanti destini errati
che dolgono
per le vie della terra
ed un furore nostalgico serra
per le vie d’oro dell’anima
a cui neve non giunge.

Milano, 2 marzo 1932

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s