Louise Glück – Margaridas

Vá em frente: diga o que você está pensando. O jardim não é o mundo real. As máquinas são o mundo real. Diga com sinceridade o que qualquer tolo pode ler em seu rosto: faz todo sentido evitar-nos, resistir à nostalgia. Não é moderno o suficiente, o som que o vento faz agitando um campo … Continue lendo Louise Glück – Margaridas