Matt Rasmussen – Suicídio reverso

O cara para quem papai vendeu o carro
volta para buscar o dinheiro dele,

sai do veículo. Com trapos imundos
nós o esfregamos até que deixe de brilhar

e limpamos o seu sangue das
costuras do assento.

Cada floco de neve se move antes
de alçar ao céu enquanto eu

percebo que você não estará morto.
O não sofrimento termina

quando a desordem de sua cabeça
se reúne em torno de

uma bala em sua boca.
Você a cospe na arma do papai

antes de chegarmos na entrada da garagem,
enquanto a noite se ilumina

e nós despejamos saco após saco
de folhas no gramado,

esperando que elas pulem
para os galhos nus.

Trad.: Nelson Santander

Reverse Suicide

The guy Dad sold your car to
comes back to get his money,

leaves the car. With filthy rags
we rub it down until it doesn’t shine

and wipe your blood into
the seams of the seat.

Each snowflake stirs before
lifting into the sky as I

learn you won’t be dead.
The unsuffering ends

when the mess of your head
pulls together around

a bullet in your mouth.
You spit it into Dad’s gun

before arriving in the driveway
while the evening brightens

and we pour bag after bag
of leaves on the lawn,

waiting for them to leap
onto the bare branches.

Um comentário sobre “Matt Rasmussen – Suicídio reverso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s