Louise Glück – Trevo

O que está disperso
entre nós, que você chama
de sinal de bem-aventurança,
embora seja, como nós,
uma erva daninha, uma coisa
para ser erradicada —

por qual lógica
você conserva
uma única parte
de algo que deseja
morto?

Se há alguma presença entre nós
tão poderosa, não deveria ela
se multiplicar, a serviço
do adorado jardim?

Você mesma deveria
estar fazendo essas perguntas,
não as deixando
para suas vítimas. Você deve saber
que quando se vangloria entre nós
eu ouço duas vozes se pronunciando,
uma, do seu espírito, outra,
dos atos de suas mãos.

Trad.: Nelson Santander

Clover

What is dispersed
among us, which you call
the sign of blessedness
although it is, like us,
a weed, a thing
to be rooted out —

by what logic
do you hoard
a single tendril
of something you want
dead?

If there is any presence among us
so powerful, should it not
multiply, in service
of the adored garden?

You should be asking
these questions yourself,
not leaving them
to your victims. You should know
that when you swagger among us
I hear two voices speaking,
one your spirit, one
the acts of your hands.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s