Louise Glück – Neve de primavera

Olhe para o céu noturno:
eu tenho dois eus, dois tipos de poder.

Estou aqui com você, na janela,
observando a sua reação. Ontem
a lua se ergueu sobre a terra úmida no jardim de baixo.
Agora a terra reluz como a lua,
como matéria morta incrustada de luz.

Você pode fechar seus olhos agora.
Eu ouvi os seus gritos, e os gritos antes dos seus,
e a reivindicação por trás deles.

Eu lhe mostrei o que você quer:
ausência de crença, mas capitulação
perante a autoridade, a qual depende da violência.

Trad.: Nelson Santander

Spring snow

Look at the night sky:
I have two selves, two kinds of power.

I am here with you, at the window,
watching you react. Yesterday
the moon rose over moist earth in the lower garden.
Now the earth glitters like the moon,
like dead matter crusted with light.

You can close your eyes now.
I have heard your cries, and cries before yours,
and the demand behind them.
I have shown you what you want:
not belief, but capitulation
to authority, which depends on violence.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s