Javier Salvago – Ano Novo

Como as coisas não podiam
ficar pior
– escreveu Kafka,
em seu Diário – melhoraram.

Como eu gostaria, ante este negro
e inóspito horizonte que se abre,
diante de mim – como mais um ano,
ou como menos um ano -,
de poder dizer o mesmo.
Mas sinto
que ainda não cheguei ao fundo,
que há mais miséria, mais dor, mais tédio
mais adiante, que as coisas
podem piorar.
Que o pior, por assim dizer,
ainda está por vir.

Trad.: Nelson Santander

Javier Salvago – Año Nuevo

Como las cosas no podían
ir a peor
— escribió Kafka,
en su Diario —, mejoraron.

Cómo me gustaría, ante este negro
e inhóspito horizonte que se abre,
ante mí — como un año más,
o como un año menos —,
poder decir lo mismo.
Pero siento
que no he tocado fondo,
que hay más miseria, más dolor, más tedio
más adelante, que las cosas
pueden empeorar.
Que lo peor, como quien dice,
aún está por llegar.

Nota do tradutor: 1º de janeiro de 2019: o dia em que Jair Messias Bolsonaro tomou posse como o 38º Presidente da República Federativa do Brasil. Ano novo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s