Jane Hirshfield – O Homem Gentil

Eu vendi o relógio do meu avô,
seu ouro nacarado e padrões pontilhados,
para ser derretido.
Engrenagem condenada.
Tampa faltando.
Corrente — deve ter havido uma —
faltando.
Números que foram pintados
com um única e hábil cerda.
Dei corda na coroa
antes de entrega-lo por sobre o balcão.
O homem gentil agarrou
o que eu lhe trouxe como se fosse para a Stasi.
Ele pesou o mel do tempo.

Trad.: Nelson Santander

The kind man

I sold my grandfather’s watch,
its rosy gold and stippled pattern
to be melted.
Movement unreparable.
Lid missing.
Chain — there must have been one —
missing.
Its numbers painted
with a single, expert bristle.
I touched the winding stem
before I passed it over the counter.
The kind man took it,
what I’d brought him as if to the Stasi.
He weighed the honey of time.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s