Malena Mörling – Simplesmente iluminado

Muitas vezes no fim da tarde,
depois de outro dia, depois de
mais um ano de dias,
no meio da noite a caminho de casa
eu paro na loja de conveniência
e, aguardando na fila, me pego
perguntando sobre as pessoas. Eu me pergunto
se elas também se perguntam como é
estranho que estejamos
aqui na terra.
E como, para poder viver,
todos temos que dormir.
E como temos camas para isto
(a não ser que estejamos sem)
e quartos inteiros para onde vamos
no final do dia para desabar.
E penso em como mesmo as pessoas
mais animadas ficam desoladas
quando estão sozinhas
porque elas também precisam dormir
e, mais cedo ou mais tarde, morrer.
Estamos sempre procurando adquirir
mais comida para outras excelentes refeições.
Temos que ter excelentes refeições.
Não é o suficiente ser uma pessoa comprando
uma caixa de leite? Uma simples
latinha de manteiga
e um pão integral?
Não basta só ficar aqui
enquanto a doce caixa de meia-idade
registra as compras?
Olho para fora,
mas não consigo ver muito ali
porque está escuro agora, exceto
por um solitário letreiro de neon vermelho
flutuando sobre o posto de combustível
como um templo em miniatura simplesmente
iluminado contra a noite.

Trad.: Nelson Santander

Simply Lit

Often toward evening,
after another day, after
another year of days,
in the half dark on the way home
I stop at the food store
and waiting in line I begin
to wonder about people. I wonder
if they also wonder about how
strange it is that we
are here on the earth.
And how in order to live
we all must sleep.
And how we have beds for this
(unless we are without)
and entire rooms where we go
at the end of the day to collapse.
And I think how even the most
lively people are desolate
when they are alone
because they too must sleep
and sooner or later die.
We are always looking to acquire
more food for more great meals.
We have to have great meals.
Isn’t it enough to be a person buying
a carton of milk? A simple
package of butter and a loaf
of whole wheat bread?
Isn’t it enough to stand here
while the sweet middle-aged cashier
rings up the purchases?
I look outside,
but I can’t see much out there
because now it is dark except
for a single vermilion neon sign
floating above the gas station
like a miniature temple simply lit
against the night.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s