Nazim Hikmet – O otimista

quando criança ele nunca arrancou as asas das moscas
ele não atava latas nos rabos dos gatos
não prendia besouros em caixas de fósforos
nem esmagava formigueiros
ele cresceu
e todas estas coisas foram feitas com ele
eu estava ao lado de sua cama quando ele morreu
ele disse leia para mim um poema
sobre o sol e o oceano
sobre satélites e reatores nucleares
sobre a grandeza da humanidade

Trad.: Nelson Santander (a partir de tradução para o inglês feita por Randy Blasing e Mutlu Konuk)

Optimistic Man

as a child he never plucked the wings off flies
he didn’t tie tin cans to cats’ tails
or lock beetles in matchboxes
or stomp anthills
he grew up
and all those things were done to him
I was at his bedside when he died
he said read me a poem
about the sun and the sea
about nuclear reactors and satellites
about the greatness of humanity

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s