Juan Vicente Piqueras – Proposta de epitáfio

Quando criança, eu era imortal. Adolescente,
me rebelei contra o que agora sou.
Quando jovem, eu era selvagem. Fiz sofrer
e sofri muito mais do que eu queria. 
Pouco a pouco a morte (era semente
e parecia alheia) foi crescendo
dentro de mim, feliz, recuperando
o que era dela e eu só soube o que era
a vida já muito tarde. Na velhice,
beijava a água e abraçava o ar,
como abraça o enfermo a esperança
ou o náufrago a espera. Nunca o mundo
foi tão bonito como antes de eu partir.
Agora já não existe. Agora sonho
que o que já não sou torna a nascer.

Trad.: Nelson Santander

Propuesta de epitafio

De niño fui inmortal. De adolescente
me rebelé contra lo que ahora soy.
De joven fui salvaje. Hice sufrir
y sufrí mucho más de lo que quise. 
Poco a poco la muerte (era semilla
y parecía ajena) fue creciendo
dentro de mí, feliz, recuperando
lo que era suyo y supe de qué iba
la vida ya muy tarde. En la vejez
besaba el agua y abrazaba el aire
como abraza el enfermo la esperanza
o el náufrago la espera. Nunca el mundo
fue tan hermoso como antes de irme.
Ahora ya no existe. Ahora sueño
que lo que ya no soy vuelve a nacer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s