Jo Shapcott – Observadora de estrelas

Se eu não estou olhando para você,
me perdoe; se pareço
estar esqudrinhando o céu,
cabeça jogada para trás, curiosa,
extática, reservada, andando
aleatoriamente no chão
à sua frente, meu público,
me perdoe, e esqueça o que está
acontecendo em minhas células.
É em você que estou pensando
e, voz lançada para o alto,
é com você que estou falando, você.

Estou tentando manter tudo simples
no tempo que me resta:
felizmente, é uma lenta
e seletiva degeneração.
Espero, principalmente, permanecer atual
e verdadeira, apesar do
impulso indevido que se me apoderou
de dizer tudo,
de uma só vez, para todos, que é
o que eu gostaria de fazer se ao menos
pudesse permanecer além deste momento.

Trad.: Nelson Santander

Stargazer

If I’m not looking at you,
forgive; if I appear
to be scanning the sky,
head thrown back, curious,
ecstatic, shy, strolling
unevenly across the floor
in front of you, my audience,
forgive, and forget what’s
happening in my cells.
It’s you I’m thinking of
and, voice thrown upwards,
to you I’m speaking, you.

I’m trying to keep this simple
in the time left to me:
luckily, it’s a slow
and selective degeneration.
I’m hoping, mainly, to stay present
and straight up despite
the wrong urge that’s taken hold,
to say everything, all
at once, to everyone, which
is what I’d like if only
I could stay beyond this moment.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s