Paulo Henriques Britto – de “Biographia Literária”

IV

Acrescentar ao mundo um morto a mais
é só o que a vida garante. O resto
é risco, é vai da valsa. Tanto faz
improvisar ou decorar o texto,
ser pedra ou imitar os animais,

correr atrás de lucro ou prejuízo.
Dá no que der. E, seja lá o que for,
terá sido o necessário, o preciso,
o que tinha que ser. O mais é dor,
gozo, embromação, falta de juízo,

você naquela foto, a boa ideia,
o sábado que não choveu, a suéter
amarela perdida, três e meia,
um telefonema, eu não disse? etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s