W. H. Auden – Musée des Beaux-Arts

     Sobre o sofrimento jamais se enganaram
os velhos Mestres: eles bem compreenderam
  a condição humana, viram como certas
                                        coisas acontecem
enquanto alguém por aí está comendo ou
                                        abrindo a janela
ou apenas caminhando sem pressa.
     Sabem que, enquanto os mais velhos es-
                       tão, reverentemente, apaixo-
                                                nadamente,
              à espera
    do “birth” miraculoso,
crianças que não se interessaram por isso
             não raro estarão patinando
  sobre o tanque, à orla dos bosques.
    Eles nunca esqueceram
que mesmo o mais terrível martírio deve
                                           seguir seu curso
  de qualquer modo, numa esquina, num lu-
                                                       gar imundo
aonde vão os cachorros com sua cachorra
                   vida e o cavalo cansado
esfrega sua inocente anca numa árvore.
No “Icarus” de Brueghel, por exemplo; co-
                                   mo tudo recomeça
  lerdamente depois do desastre; o campo-
                                   nês deve ter ouvido o
                                 espirrar d’água na queda
   e o grito de socorro.
Mas para ele isso não era uma perda grave;
         o sol brilhava
  como se tivesse as pernas brancas desa-
                                                            parecendo
           dentro da
verde
  água; o luxuoso navio fidalgo que deve
                               ter visto algo
       espantoso, um menino caindo do céu,
tinha a rota traçada e seguiu navegando
          calmamente.

    Trad.: Cassiano Ricardo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s