José Carlos Soares – Camel Blue

No pequeno cemitério
comovente

ninguém, a não ser
o latido de algum
cão, o canto

de um galo
vermelho, a tosse
de um pequeno deus

desempregado. Também
pude reparar
como saía

de uma velha campa
abandonada
um exército de formigas

sob um intenso
céu azul
que nada respondia.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s