Jorge de Sena – Carta a meus filhos sobre o fuzilamento de Goya

Não sei, meus filhos, que mundo será o vosso. É possível, porque tudo é possível, que ele seja aquele que eu desejo para vós. Um simples mundo, onde tudo tenha apenas a dificuldade que advém de nada haver que não seja simples e natural. Um mundo em que tudo seja permitido, conforme o vosso gosto, … Continue lendo Jorge de Sena – Carta a meus filhos sobre o fuzilamento de Goya

Federico Garcia Lorca – Pranto por Ignacio Sánchez Mejías

1. A captura e a morte Às cinco da tarde. Eram as cinco em ponto dessa tarde Um menino trouxe o lençol branco às cinco da tarde. Uma alcofa de cal já prevenida às cinco da tarde. O mais era só morte e apenas morte às cinco da tarde. O vento arrebatou os algodões às … Continue lendo Federico Garcia Lorca – Pranto por Ignacio Sánchez Mejías

Jorge de Sena – Suma Teológica

Não vim de longe, meu amor, nem sossobraram navios no alto mar, quando nasci. Nada mudou. Continuaram as guerras; continuou a subir o preço do pão; continuaram os poetas, uma vez por outra, a perguntar por ti. É certo que, então, imensa gente envelheceu instantânea e misteriosamente. Mas até isso, meu amor, se não sabe … Continue lendo Jorge de Sena – Suma Teológica