Joan Margarit – História natural

Meu trato com a morte.
Ouço-a colidir como uma mosca
na luz da vidraça, e posso vê-la
ascender ao céu vespertino
em seu sereno anil. Encontro com
o médico durante a protocolar
visita noturna.
Não quero falar e concordo com tudo o que ele diz.
Somos parte do fundo escuro
de uma pintura em que surge
a janela iluminada deste quarto
onde nossa Joana está chegando ao fim.

Trad.: Nelson Santander

HISTORIA NATURAL

Mis tratos con la muerte.
La oigo golpear como una mosca
en la luz del cristal, y puedo verla
por levante en el cielo de la tarde
en su calmoso añil. Me encuentro
al médico durante la visita
ceremoniosa del anochecer.
No quiero hablar y asiento a cuanto dice.
Formamos parte del oscuro fondo
de un cuadro en el que surge
la ventana encendida de este cuarto
donde nuestra Joana está acabándose.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s